Uso de Viagra para melhorar ereção em jovens – Dr. Arnaldo Civitanes, no Faustão


Doutor Arnaldo Cividanes, no Faustão na Band, explica o motivo pelo qual o Viagra deve ser evitado por jovens

Nesta última quarta-feira (8) o urologista e cirurgião Arnaldo Cividanes participou do quadro Direto com o Doutor, do Faustão na Band, onde falou a respeito de alguns assuntos e em especial um que se mostra bastante sensível entre o público masculino, fazendo um alerta a respeito do uso de medicamentos e outras práticas que devem ser evitadas para não gerar problemas de saúde e demais situações.


Um dos assuntos tocados pelo médico foi a respeito do uso do medicamento conhecido popularmente como Viagra, que tem sido consumido pelo público jovem cada vez mais nos últimos anos. O medicamento em questão é indicado para homens que sofrem com questões como impotência sexual e problemas de ereção. Em geral costuma ser utilizado muito mais por homens mais velhos devido a esta natureza de sua especialidade, mas atualmente tem sido usado pelo público jovem cada vez mais.


E, desta forma, o alerta do médico foi justamente por esta prática, que pode causar problemas de saúde para estas pessoas. O medicamento em questão tem uma capacidade de aumentar a ereção do pênis para a relação sexual, mas se utilizado da forma incorreta pode causar alguns problemas.


O médico falou a respeito do fato de que o remédio pode ajudar a aumentar a ereção, mas ele não provoca este efeito de fato, e se não houver libido, excitação e outros fatores que provoquem de fato a ereção, não terá resultado algum. Ele ainda reforçou que existe uma idade indicada para recorrer ao medicamento se for necessário. Desta forma, o urologista pontuou que a primeira vez, indicada, para utilização do medicamento precisa contar com um acompanhamento médico, e que isso será indicado por este quando achar que é adequado.


Entretanto, durante a conversa o médico destacou o fato de que muitos jovens estão recorrendo ao medicamento em questão, e estão usando muito este para obter a ereção desejada de forma incorreta, pois como foi destacado pelo médico, o medicamento é responsável por aumentar e enfatizar esta situação, e não causar ela de fato.

Assim, o urologista pontuou ao longo da entrevista que os jovens então ao obter o que desejam acabam encontrando um caminho melhor em utilizar o medicamento e acreditam que não poderão ter a ereção desejada sem fazer uso deste. Mas é importante mencionar que esta situação gera uma dependência química, que pode vir causar problemas para os jovens, mesmo que o remédio não cause nenhum vício, mas pode afetar o psicológico destes jovens por acreditarem que somente com o uso do medicamento terão o que desejam de fato.

Outro assunto abordado ao longo do programa por Arnaldo foi a respeito de uma questão que algumas pessoas costumam levantar, e gera uma certa curiosidade, a respeito da falta de um medicamento semelhante ao Viagra mas que sejam direcionado para o público feminino. Assim, ele explicou que não existe ainda mas que anteriormente houveram alguns testes para que esta fosse uma droga viável, entretanto, não foram aprovados até o momento e portanto não existe de fato um medicamento que se assemelhe a este no mercado e que seja direcionado para as mulheres.

Um fato mencionado pelo urologista para que esta medicação não tenha tido os resultados esperados vem do fato de que a fisiologia das mulheres é bem diferente, e mais complexa, e portanto não foi possível até o presente momento conseguir algo desta natureza, pois todos os resultados de testes que foram feitos até aqui não conseguiram obter as respostas desejadas pelos pesquisadores. Desta forma, este ainda é um caminho que a ciência deverá percorrer, visto que houve o interesse em desenvolver uma droga desta natureza para o público feminino anteriormente.

Você pode conferir a fala do médio neste link.



Post Anterior

Não há mais posts

Próximo Post

Não há mais posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.