Isotônico, Bebida Energética ou Repositora – Diferenças e Quando Tomar





Saiba aqui as diferenças e qual é a melhor opção para prática de exercícios: Isotônico, Bebida Energética ou Bebida Repositora.

Quem frequenta academias e demais lugares esportivos, muitas vezes se deparam com alguns atletas e até mesmo pessoas que fazem atividades físicas como prática recreativa tomando alguma coisa colorida ou mesmo em garrafas específicas. De maneira geral, essas bebidas tem diferentes funcionalidades e devem ser tomadas em momentos adequados para aumentar sua eficiência. Veja abaixo em que momento do seu treino ou atividade física tomar isotônico, bebida energética ou repositora.

Isotônico

O Isotônico é uma espécie de repositor hidroeletrolítico – repõe água e demais eletrólitos que são eliminados do suor. Contudo, diferentemente de um repositor hidroeletrolítico habitual, a osmolaridade dessa substância está limitada entre 270 e 330 mOsm/Kg, em semelhante consonância com a osmolaridade do plasma sanguíneo. Essa composição é o diferencial que proporciona maior rapidez de absorção. Além disso, o isotônico também contém carboidratos, potássio, vitaminas dentre outros minerais.




Deve tomar: Em atividades de grande intensidade que faz perder bastante suor. Pode ser tomado durante e após os exercícios.

Repositor hidroeletrolítico

Como dito anteriormente, o repositor hidroeletrolítico procura repor os eletrólitos perdidos durante o processo de transpiração e possuí concentrações distintas que precisam ser avaliadas no momento da escolha do que tomar. A concentração de sódio pode variar de 460 a 1150 miligramas de sódio para cada litro e a osmolaridade não deve exceder a 330 mOsm/kg de água. Para o potássio o limite é de 700 miligrama a cada litro e carboidratos devem ser concentrados entre 4% e 8%. Essa bebida ainda pode ter acrescidas outros minerais e vitaminas.


Deve tomar: Seguindo a mesma lógica do isotônico, deve-se ingerir durante ou depois de exercícios que exigem muito do atleta e que seja de longa duração (superior a 60 minutos). Essa recomendação é importante uma vez que o atleta tem grande perda de suor. Deve –se atentar também a diferentes tipos de exercícios ou atividades físicas, condições do clima, especificidade de treino ou prova dentre outros fatores. O Consumo deve ser intercalado com água e deve-se consultar um profissional qualificado para melhor indicar a quantidade ideal que necessita consumir. De maneira geral, o consumo é indicado em intervalos de 30 minutos e até 200 mililitros da solução.

Repositor Energético

Essa bebida concentra aproximadamente 90% de sua concentração com carboidratos e pode ser acrescida de vitaminas e minerais. Sua composição, na maioria das vezes contém frutose, dextrose e maltodextrina, que são absorvidas rapidamente pelo organismo a fim de ser usadas pelos músculos durante os exercícios.

Deve tomar: Deve-se tomar entre 15-20 minutos antes da prática de atividades físicas a fim de proporcionar energia. Indicada para treinos longos, pois repõe o glicogênio muscular o que retarda a fadiga. Também é uma opção depois do treino devolvendo a energia preparando o corpo para outras tarefas.

Bebida energética

Muito semelhante aos energéticos que, eventualmente, se toma em festas e comemorações. No caso dos treinos é utilizada antes da atividade para turbinar a pratica de atividade física. Essa bebida pode ter cafeína, minerais, taurina e vitaminas. Os benefícios são vastos e dentre eles aumentam a energia durante a execução dos exercícios, aumenta a concentração, acelera o metabolismo e retarda a fadiga. Como a presença da cafeína é um imperativo da bebida, vale ressaltar que o organismo pode acostumar com essa substância exigindo, ao longo do tempo, o uso mais concentrado a fim de conseguir os mesmos benefícios.

Deve tomar: A indicação para essa bebida é no pré-treino e durante a execução da atividade. Contudo, vale lembrar que deve-se consultar um profissional qualificado: médico e nutricionista pois, a solução pode elevar a pressão arterial, aumentar a transpiração, acelerar os batimentos cardíacos, alterar o sono dentre outros fatores.

Dooguee



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *