Refluxo – O Que é, Sintomas, Alimentos que Causam e Aliviam



Saiba o que é refluxo e como uma alimentação balanceada pode ajudar a diminuir o desconforto estomacal.

Sabe aquela queimação que você sente, principalmente após ingerir cafeína ou alimentos ácidos? É sobre esta queimação que iremos falar hoje.

Quer se livrar deste incômodo de uma vez por todas? Então continue lendo para saber o que é isto e quais alimentos são indicados para diminuir o desconforto, bem como os que devem ser evitados.



O que é refluxo?

Refluxo Gastroesofágico é um transtorno digestivo em que os ácidos do estômago voltam involuntariamente e repetitivamente para o esôfago, causando desconforto.

Na divisão do esôfago e o estômago, existe uma válvula (esfíncter) que após a passagem dos alimentos, se fecha com o intuito de impedir que o ácido gástrico entre no esôfago, pois o muco que o protege não é apropriado para receber uma substância com PH tão ácido.



Sintomas

Os principais sintomas são:

  • Azia ou queimação originada na boca do estômago, chegando por vezes, na garganta;
  • Dor toráxica, que pode ser confundida com a dor do infarto miocárdico;
  • E doenças pulmonares de repetição como Bronquite.

Causas

O refluxo tem três possíveis causas, são elas:

  • Alterações no esfíncter que fica entre o esôfago e o estômago e que deveria fazer a função de uma válvula impedindo a regurgitação dos alimentos;
  • Hérnia de Hiato que é provocada pelo deslocamento das substâncias do estômago para o esôfago;
  • E fragilidade dos músculos existentes na região.

Quais alimentos podem ser consumidos por quem tem refluxo e quais não podem?

Além do tratamento clínico, manter uma boa alimentação também ajuda a controlar o problema.

Os alimentos que você pode ingerir sem problemas são: frutas, legumes, verduras, carne branca, sementes, entre outros que deixaremos aqui embaixo.

Leia também:  Inclua alimentos integrais na sua alimentação

Já os alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas e gaseificadas, café, chás preto e mate, molho de tomate, entre outros, devem ser evitados se você quiser mesmo amenizar o desconforto estomacal.

Alimentos que podem ser consumidos

  • Frutas, por serem ricas em fibras, as frutas auxiliam na digestão e por isto quem tem refluxo pode consumi-las, mas precisa tomar cuidado com as frutas ácidas;
  • Legumes, Ricos em nutrientes, fibras e vitaminas, os legumes reduzem os efeitos do transtorno intestinais.
  • Verduras, além de trazer inúmeros benefícios para a saúde, as verduras possuem fibras e nutrientes que contribuem para o bom funcionamento do organismo.
  • Alimentos de origem animal, quem tem refluxo pode ingerir alimentos de origem animal como leite e seus derivados, no entanto, estes devem ser preferencialmente desnatados. Isto porque a gordura encontrada nestes alimentos retardam a digestão e aumenta a produção de ácidos, causando o desconforto estomacal.
  • Frango e frutos do mar como peixes também podem ser consumidos por quem possui refluxo, pois estas carnes possuem baixo teor de gordura e ajudam a reduzir os efeitos de queimação na boca do estômago e azia.
  • Carboidratos, arroz e macarrão por exemplo, são boas fontes de carboidratos que podem ser consumidos por quem sofre com refluxo, no entanto, dê preferência para os alimentos integrais. Isto porque estes retêm os nutrientes que são perdidos no arroz branco, por exemplo. Isto também vale para pães.
  • A batata inglesa e a doce também são bons alimentos, pois os tubérculos além de serem fontes de vitaminas do complexo B e C, fósforo, potássio e cálcio, ajudam na digestão e auxiliam a reduzir o ácido do estômago.

Alimentos que devem ser evitados

Os alimentos gordurosos devem ser evitados, pois estes alimentos retardam a digestão e aumentam a produção de ácido. Além destes, bebidas alcoólicas e gaseificadas também devem ser deixadas de lado, porque auxiliam no retorno do suco gástrico, o que aumenta os sintomas do Refluxo Gastroesofágico.

Leia também:  Compra Saudável - Dicas, Como Fazer

A gordura hidrogênica como manteiga e margarina também deve ser cortada da sua alimentação sempre que possível, portanto, prefira o óleo de coco ou azeite de oliva para auxiliar no preparo dos alimentos.

Escrito por Laís Corrêa

Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *