Barba e Coronavírus – Dicas, Cuidados, Tem Risco?



Saiba aqui os cuidados e se é realmente perigoso usar barba durante o Coronavírus.

Cortar a barba ajuda a limitar o risco de infecção por coronavírus ? Bem, sim, de acordo com um documento dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), incluindo CNN , Daily Mail e The Verge.

Bom, essas recomendações geraram muitas dúvidas.



Então, leia as informações a seguir para saber se realmente a barba pode transmitir o vírus.

Entenda porquê da recomendação de cortar a barba

A diretoria geral, entidades de medicina, enfermagem e farmacêuticos, fizeram essa recomendação. Principalmente após várias pesquisas americanas e alguns estudiosos que recomendaram que os homens devem sempre se barbear durante esta epidemia para usar máscaras protetoras de maneira eficaz. A segurança de todos ao redor entre a população, inclusive entre a equipe de saúde, pode estar em risco devido a ineficácia das máscaras causada pelos pêlos da barba. .



Entenda….

Os pêlos faciais que ficam ao longo da área de vedação de um respirador, como barbas, costeletas ou alguns bigodes, interferem com os respiradores que dependem de uma vedação facial apertada para obter a máxima proteção.

Mais especificamente, os pêlos faciais podem impedir que a válvula expiratória do respirador funcione corretamente se os dois entrarem em contato. Independentemente da escolha do estilo, o cabelo não deve atravessar a superfície de vedação do respirador.

Um cavanhaque, barba e bigode podem ser meios de transmissão do COVID-19.

Estudos Que Comprovam

Um virologista que pesquisa a causa de vírus mortais revelou que barbas e bigodes modernos impedem que máscaras faciais da mais alta qualidade funcionem corretamente, tornando-as inúteis para protegê-lo contra o COVID-19.

O professor Nigel McMillan estuda doenças infecciosas na Griffith University, em Queensland, e está monitorando a disseminação do coronavírus na Austrália, uma vez que as infecções em todo o país atingem 2.793 e o número de mortos sobe para 12 depois que três pessoas morreram em Victoria durante a noite.

O professor McMillan afirmou que os pelos faciais, como a barba, reduzem drasticamente a eficácia das máscaras faciais de grau cirúrgico, porque elas impedem que se selem contra a pele, o que permite a passagem de gotículas respiratórias no ar.

As informações passadas acima foram extraídas de uma reportagem da CNN que foi transmitida pela estação de notícias Kron4.com, com sede em São Francisco . Após isso, foi compartilhada em abundância por outros sites de notícias.

Vale lembrar que esta história foi marcada como parte dos esforços do Facebook para combater notícias falsas e informações erradas em seu Feed de Notícias.

Embora a história original da CNN de 26 de fevereiro seja um pouco diferente, também afirma que o CDC tem sugestões sobre pêlos faciais em relação à proteção contra coronavírus e não menciona que o gráfico é antigo e não tem conexão com a doença.

O infográfico que abrange mais de 30 tipos diferentes de pêlos faciais é de 2017 e não tem relação com o atual surto de coronavírus – ou com qualquer outra doença. Em vez disso, alerta que alguns estilos de barba podem interferir nas máscaras faciais.

O gráfico foi originalmente publicado em um blog do CDC naquele ano, durante o "No Shave November", que apontou alguns dos problemas que certos tipos de barbas poderiam apresentar com máscaras de respirador bem ajustadas. É um dos vários pôsteres de proteção respiratória para o local de trabalho compilados pelo Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional, um departamento do CDC.

Em suma, o CDC está dizendo aos homens para barbearem o rosto, a fim de ajudar a afastar o coronavírus. Também perde a recomendação real das autoridades de saúde contra o uso de máscaras para proteção fora do local de trabalho.

M.C

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *