O Que é Liraglutida? Para Que Serve, Benefícios, Cuidados



Substância ajuda no controle da glicemia e apetite. Confira aqui mais informações.

Um dos principais desafios de quem tem diabetes tipo dois é mantê-la controlada, o que geralmente exige uma dieta rígida. Nesse sentido, tem uma que substância vem se destacando na medicina, trata-se da liraglutida, que é utilizada nos Estados Unidos desde 2010 e foi aprovada no mercado brasileiro em 2021, com resultados positivos no tratamento de pacientes diabéticos.

No ano de 2017, o produto também passou a ser usado no combate à obesidade. Ficou curioso sobre como o elemento age no organismo humano e quais são os seus benefícios? Confira, a seguir, tudo o que você deve saber sobre a Liraglutida!



O que é Liraglutida?

A Liraglutida é definida como um antidiabético e fármaco antiobesidade que pertence à classe dos incretinomiméticos, além de atuar como um agonista em relação à recepção do GLP 1, uma vez que se parece com o GLP-1, logo exerce todos os seus efeitos no receptor.

Assim sendo, a substância age de maneira parecida com o hormônio produzido pelo organismo humano, de modo a estimular a liberação de insulina. Em decorrência das suas propriedades, o produto só deve ser vendido a partir de prescrição médica.



Quando deve ser usada?

O medicamento já passou por diversos testes, o que torna o seu uso seguro. No entanto, é necessário que a ingestão do produto seja realizada de maneira racional, o que significa que deve ser consumida na quantidade adequada, da forma certa e no tempo ideal, somente assim será possível aproveitar os seus benefícios.

Na maioria dos casos, a medicação é indicada para tratar o amenizar os sintomas da diabetes tipo 2, sobrepeso e obesidade, quando a dieta alimentar e a prática de exercícios não contribui para diminuir a glicemia e o peso.

Leia também:  Dieta da comida crua ajuda a perder peso

Como funciona?

Conforme já dissemos, a lariglutida se assemelha ao GLP-1 que é produzido pelo nosso intestino e cumpre um papel importe no pâncreas. Isso porque, a substância estimula a secreção de insulina e, ao mesmo tempo, inibe a liberação do glucagon, de forma dependente da glicemia, o que evita a hipoglicemia, desde que a substância seja usada isoladamente.

Tendo em vista que o GLP-1 ajuda a controlar a glicemia e a emagrecer, a elevação da substância combate a diabetes e a obesidade, pois aumenta a insulina e reduz a quantidade de açúcar no sangue, além de atuar no Sistema Nervoso Central, inibindo o apetite.

Os efeitos da medicação para a perda de peso são sentidos depois de 16 semanas de tratamento. Já para o caso do diabetes, os benefícios do produto são sentidos logo na terceira semana de uso.

Quais são as vantagens e desvantagens do medicamento?

As propriedades da liraglutida traz segurança cardiovascular, controle a glicose, auxilia no emagrecimento e tem baixo risco para hipoglicemia. Portanto, quando usada cautelosamente não tem efeitos colaterais para o paciente.

Em se tratando das suas desvantagens, podemos citar o fato de ser um medicamento injetável e que ainda não está acessível para todas as pessoas, pois costuma ter um preço de mercado mais alto.

Quais são as contraindicações?

Na atualidade, o medicamento é oferecido pelas marcas Saxenda e Victoza, e dependendo da necessidade do paciente ele pode ser usado de maneira contínua ou em doses específicas. Como deve ser injetada, a substância deve ser mantida em um ambiente refrigerado até o momento da aplicação.

O produto não é indicado para mulheres grávidas ou que estejam amamentando, pessoas com problemas nos rins ou fígado, hipertireoidismo, diabetes tipo 1, insuficiência cardíaca, doença inflamatória intestinal, pancreatite, problemas graves no intestino ou estômago, e com histórico de alergias.

Leia também:  Chef Italiano cria Dieta da Pizza

Para tomar o remédio é preciso ter a partir de 12 anos de idade, inclusive, é a única medicação que pode ser usada para o tratamento da obesidade em adolescentes. Os idosos também estão liberados para utilizá-lo.

Simone de Paula Leal

Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *