Trocar o arroz por quais alimentos em substituição?



Em algumas regiões do país, o arroz está um pouco mais caro no momento. O arroz integral é muito mais saudável que o arroz comum, mas, é ainda mais caro.

O que fazer para substituir o arroz nas refeições e diminuir a quantidade de carboidratos ingeridos em nossa alimentação diária?

Alguns tipos de alimentos nutritivos e menos ‘gordos’ podem entrar no lugar dos grãos de arroz e garantir boas refeições. Uma lista com cinco itens pode ser um bom começo: a quinoa, o amaranto, a batata doce, o chamado espaguete de abobrinha e o trigo sarraceno. Essas opções de alimentos não só podem, como devem ser adicionados em variadas refeições, entre as massas, as sopas, as saladas, os sucos e as vitaminas.



Outra vantagem que essas alternativas de alimentação oferecem é o fato de serem muito saudáveis para as pessoas que sofrem de intolerância ao glúten, muito presente no macarrão, por exemplo. Esses ingredientes naturais podem ser utilizados não só em variadas, mas, nas melhores receitas. Abaixo segue a relação:

– A quinoa consiste em um pseudo cereal, muito rico em proteínas e fibras. É muito facilmente encontrado em forma de flocos, de grãos ou de farinha. Outra vantagem: é muito rica em ômega 3, cálcio, em ferro e em vitaminas de complexo B, auxiliando na prevenção de possíveis problemas cardiovasculares, contra a osteoporose e alguns problemas típicos do sistema nervoso.



– O amaranto constitui um grão muito rico em proteínas, em fibras, em ferro, em cálcio magnésio e até em potássio. Este tipo de grão contém propriedades muito importantes que ajudam a prevenir o câncer, a proteger o organismo contra diversos tipos de condições neurológicas negativas, acelera a recuperação dos músculos e ajuda a prevenir o mal da osteoporose.

Leia também:  Dieta Ortomolecular - Cuidados e riscos

Este mesmo tipo de grão também é rico em princípios antioxidantes com ação protetora de órgãos como o fígado e o coração; outro importante efeito desta substância é a ação anti-inflamatória, favorecendo a perda de peso e a diminuição de colesterol.

– O espaguete de abobrinha constitui outra alternativa muito saudável, que pode ser adicionado à alimentação diária, fazendo diminuir a quantidade de calorias que ingerimos, sem perceber, garantindo nutrição e emagrecimento ao mesmo tempo. Este tipo de alimento, que contém abobrinha, está desprovido de glúten, e pode ser uma boa solução para as pessoas que sofrem de intolerância ao gl​​​​​​úten ou de algum tipo de doença celíaca.

A abobrinha é um fruto munido de diversos benefícios para a nossa saúde por ser rica em vitamina A; em carotenoides; em vitamina C; em cálcio e em potássio.

– A Batata doce também constitui outra boa alternativa ao arroz, por ser um típico fruto de baixo índice glicêmico em termos de carboidratos, sempre muito recomendada para as pessoas que sofrem de diabetes, podem ser, também, excelente alternativa para os lanches consumidos em pré treino, para quem faz academia, por exemplo. Batata doce é um fruto da terra muito rico em vitamina A, em carotenos, em vitamina C, em potássio, em cálcio, em fósforo e em magnésio.

Os carboidratos aqui são ricos em antioxidantes e em antocianinas, ajudando a prevenir problemas como câncer e doenças do coração; também é muito rica em fibras que ajudam a regular a saúde intestinal e dos olhos.

– O trigo sarraceno consiste em um alimento tipo, rico em proteínas, em fibras, em antioxidantes e em minerais como o magnésio, o manganésio, o ferro e até fósforo. Não contém glúten e não é rico em carboidratos. Um tripo que pode ser consumido no lugar do arroz. Sua composição é rica em fibras, ajudando a manter a saúde intestinal; garante mais de saciedade e ajuda a controlar os níveis de açúcar na corrente sanguínea, muito recomendado para os diabéticos.

Leia também:  Dieta Ravenna - O que é e como funciona

Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *