Chá de Boldo – Tipos, Benefícios, Cuidados, Como Consumir



Confira aqui os principais benefícios do Boldo para a nossa saúde.

Quando estamos mal do estômago, logo as pessoas falam para tomarmos um chazinho de Boldo para melhorar. Mas você sabe o que é o Boldo e quais são os seus benefícios? Quais são os seus efeitos colaterais e que cuidados você deve tomar ao consumi-lo? Caso não saiba a resposta para estas perguntas, fique atento pois iremos explicar cada uma delas neste artigo.

O Que é Boldo?

O boldo é um arbusto natural do Peru e da região central do Chile. Suas folhas são usadas há muito tempo na medicina popular e pode ser usada na forma de chá para uma variedade de fins.



Tipos de Boldo:

Ao todo, no Brasil encontramos 5 tipos de boldo. Um detalhe interessante de se mencionar é que o Boldo do Chile é o mais popular deles, porém, não é o mais comum de ser encontrado em nosso país, sendo que muita gente acaba se confundindo e chamando de Boldo do Chile outros tipos de Boldo.

– Boldo do Chile: Como o próprio nome já diz, esta planta é originária do Chile e é considerada uma árvore, já que pode atingir até 15 metros de altura. Suas propriedades são estomacais, hepáticas e diuréticas. É preciso ter cuidado com seu consumo pois esta planta pode ser abortiva e provocar hemorragias internas. Também deve-se evitar tomar o chá desta planta por muito tempo, já que ela pode causar irritação gástrica.



– Boldo da Terra: Este arbusto possui origem na África e pode atingir até 2 metros de altura. As folhas desta planta são aveludadas e suas flores possuem cor azulada. Seu consumo é indicado como estimulante da digestão, analgésico e para combater azias. Assim como o Boldo do Chile, é preciso tomar cuidado com a ingestão frequente deste chá, pois ele também pode causar irritação gástrica.

Leia também:  Benefícios do Inhame - Fortalece sistema imunológico

– Boldo Baiano: Este arbusto também possui origem na África. Ele é um pouco mais alto que o Boldo da Terra, podendo alcançar até 5 metros de altura. Suas principais propriedades são para aliviar sintomas de gastrite e úlcera, além de possuir um efeito calminativo. Até agora não foram verificados efeitos colaterais em seu consumo.

Há ainda o Boldo Português (também conhecido como Boldo Miúdo) e o Boldo Chinês. Porém, estas duas são extremamente raras no Brasil e por isso não as detalharemos.

Nutrientes do Boldo:

Entre os nutrientes que podemos encontrar no Boldo estão a Lactona (substância que possui gosto amargo, mas que ajuda na digestão de gorduras), além de fitoquímicos como a Boldina, Limoneno, Cânfora e Beta Pineno. Para quem não sabe, os fitoquímicos são antioxidantes potentes encontrados naturalmente nas plantas e que ajudam a tratar e prevenir doenças.

O Boldo tem efeito laxante, diurético, anti-inflamatório e antibiótico.

Outra substância presente na planta é a ascaridol, um tipo de vermífugo natural. Esta substância, caso seja consumida em grande quantidade e por longo período, pode se tornar tóxica para o nosso organismo.

Benefícios do Boldo:

  • Ajuda a Digestão
  • Bom para ser utilizado em casos de Ressaca
  • Ajuda a Saúde do Fígado
  • Reduz Gases
  • Diminui a Prisão de Ventre
  • Possui Ação Diurética
  • Ajuda a Melhorar a Imunidade

Quantidade Recomendada de Consumo

Segundo estudos, a quantidade recomendada de consumo do boldo é de 2,5 gramas de folhas secas por dia. Isso equivale a aproximadamente 3 colheres de chá, o suficiente para fazer umas 3 xícaras de chá.

Como Consumir

É recomendado que as pessoas consumam esta planta através de chá. Para isso basta despejar 1 xícara de água fervente sobre uma colher de chá de folhas secas de boldo.

Leia também:  Benefícios da Chia para a Saúde

Cuidados ao Consumir

Como dissemos anteriormente, é preciso tomar cuidado e evitar tomar chá de boldo em excesso ou por longo período para não sofrer com irritação gástrica. Gestantes também devem evitar este chá devido aos seus efeitos abortivos.

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *