Dieta Atkins – O Que é, Como Fazer, O Que Comer



Confira aqui mais detalhes sobre a Dieta Atkins.

A Dieta Atkins foi criada pelo médico e cardiologista Robert Coleman Atkins, nos anos 60 e é considerada como a pioneira das dietas na maneira de ingerir proteínas e cortando quase que 98% dos carboidratos. Com isso, o organismo começa a utilizar a própria gordura do corpo como estoque de energia ao invés de se utilizar dos carboidratos ingeridos.

Nessa dieta, a perda de peso acontece de forma bem rápida, porém, a manutenção da dieta é um pouco mais difícil.



Quais são as etapas da Dieta Atkins?

  • Indução a cetose: que consiste em não ultrapassar a dose diária de carboidratos, que é de 20 gramas por dia, no período de 15 dias. Esse período de 15 dias é indicado para que o metabolismo entre em cetose.

O que se deve comer nessa fase? Exclusivamente proteínas de origem animal, como por exemplo, frutos do mar, peixes e ovos.

  • Perda de peso continuada: que também é conhecido pela sigla PPC. Essa é a fase mais demorada e longa de todo o processo e é a fase que irá proporcionar a perda de peso.

O que se deve comer nessa fase? Aqui, já pode incluir na alimentação os queijos amarelos, as oleaginosas e, também, o creme de leite. Ainda nessa fase o consumo de vegetais deve ser aumentando e deve ser evitado ao máximo os refrigerantes e qualquer bebida que contenha em sua composição aspartame ou cafeína.



  • Pré- manutenção: que é a fase quando o paciente alcança o objetivo dele em relação a perda de peso, aumentando a quantidade diária de carboidrato para 100 gramas. Nessa fase, o organismo da pessoa será preparado para a manutenção da dieta.
Leia também:  Dieta Líquida - O Que é, Como Fazer, O Que Comer

O que se deve comer nessa fase? É liberada a ingestão de carboidratos e pães, aumentando a dose de carboidratos em relação a fase anterior.

  • Manutenção: que é a fase onde o paciente já deve estar satisfeito e agora só terá o trabalho de manter o seu peso, devendo encontrar o equilíbrio entre o que busca daqui para frente e a sua alimentação. A quantidade de carboidrato que poderá ser ingerida nessa fase, irá variar de 200 gramas a 500 gramas por dia e caso o paciente ainda seja praticante de alguma atividade física, essa ingestão de carboidrato ainda pode aumentar. A vigilância do peso deve ser feita de forma mensal.

Ainda, junto com a alimentação que o paciente irá seguir, é de suma importância a ingestão de multivitamínicos que contem selênio, pois, assim, o resultado da Dieta Atkins será ainda maior.

Vantagem da Dieta Atkins

  • Rápida perda de peso
  • Manutenção da perda de peso sem o “efeito sanfona”
  • Dieta consegue ser seguida sem que o paciente sinta fome
  • Melhoria na saúde
  • Previne doenças cardiovasculares
  • Pelo fato de as proteínas terem uma lenta digestão, a sensação de saciedade acaba sendo maior
  • Não há restrição há quantidade de alimentos que serão consumidos

Desvantagem da Dieta Atkins

  • Trata-se uma dieta considerada radical
  • Pouca ingestão de carboidrato, em quantidade menor do que a quantidade mínima recomendada pela Organização Mundial de Saúde, OMS
  • Mau hálito
  • Quadro de desmaios
  • Tonturas
  • Fraquezas
  • Náuseas
  • Dor de cabeça
  • Enjoos
  • Os níveis do colesterol ruim podem acabar sofrendo aumento, tendo em vista o grande consumo de proteínas
  • Pode ocasionar problemas cardiovasculares
  • O consumo de proteínas em grande quantidade pode acabar sobrecarregando o rim, e levar o paciente há uma sobrecarga nas funções dos rins ou até mesmo, a uma insufiência nas funções dos rins
  • Como a redução do carboidrato é feita de forma drástica, não se trata de ensinar bons hábitos ao paciente, nem tampouco, de oferecer a ele uma melhor qualidade de vida
Leia também:  Dieta Whole 30 - O Que é, Como Fazer, O Que Comer

Caroline Barreto Chagas Wurlitzer

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *