Dieta Low Carb – O Que é, Como Fazer, O Que Comer

Confira aqui mais detalhes sobre a Dieta Low Carb.

A dieta Low Carb é uma dieta pobre em açúcar, pobre em carboidratos amiláceos e de fácil digestão, mas repleta de vitaminas e flavonóides que combatem doenças. É rico em azeite, peixe, nozes, frutas e legumes, mas também contém muitas coisas adoráveis ​​que ao longo dos anos nos disseram para não comer, como iogurte gordo e ovos.

Embora seja derivado dos hábitos alimentares das pessoas que vivem nos países mediterrâneos, você pode aplicar os princípios da dieta Low Carb a uma ampla variedade de cozinhas diferentes. Inclusive a nossa queridinha comida brasileira.

Há muitas evidências dos benefícios de uma dieta baixa em carboidratos, incluindo a redução do risco de doenças cardíacas e diabetes. Podendo até reduzir o risco de câncer de mama, em comparação com aqueles em uma dieta com pouca gordura. O consumo de azeite extra-virgem parece ser particularmente benéfico quando se trata de câncer, talvez porque contenha compostos como polifenóis que são conhecidos por serem anti-inflamatórios.

Aqui estão algumas dicas básicas para você conhecer a dieta. Lembrando sempre que deve consultar um nutricionista!

Como fazer Dieta Low Carb? Dicas!

Reduza o açúcar, doces, bebidas e sobremesas: não mais que uma ou duas vezes por semana e, de preferência, menos. Você pode usar substitutos do açúcar, como estévia e xilitol, mas tente se livrar dos seus doces gordurosos.

Evite frutas doces : Bagas, maçãs e peras são boas, mas frutas tropicais doces, como manga, abacaxi, melão e banana, estão cheias de açúcar.

Minimize ou evite o “amido” de pão branco, macarrão, batata, arroz: tenha cuidado com as alternativas “marrons”: a fibra extra pode ser insignificante. Arroz integral é bom, mas alguns pães integrais adicionam açúcar. Alterne para quinoa, bulgur (trigo rachado), centeio integral, cevada integral, arroz selvagem e trigo sarraceno.

Evite a maioria dos cereais matinais: eles geralmente são cheios de açúcar, mesmo os que contêm farelo. A aveia é boa desde que não seja do tipo instantâneo.

Evite lanches, se possível, encontre lanches saudáveis, se necessário: as nozes são uma ótima fonte de proteínas e fibras. Tente evitar nozes salgadas ou adoçadas, o que pode ser mais intenso. Ou alguns pedaços de vegetais picados, uma pequena quantidade de chocolate amargo após as refeições (70% ou mais).

Comece o dia com ovos: cozidos, escalfados, mexidos ou como uma omelete – eles o manterão mais cheio por mais tempo do que cereais ou torradas. Delicioso com salmão defumado e uma pitada de pimenta.

Iogurte gordo também é bom: adicione frutas, como amoras, morangos ou mirtilos, para dar sabor. Ou uma pitada de nozes.

Coma gorduras e óleos mais saudáveis: juntamente com peixes oleosos (salmão, atum, cavala), consuma mais azeite. Um respingo melhora o sabor dos vegetais e melhora a absorção de vitaminas. Use azeite, colza ou óleo de coco para cozinhar.

Leguminosas, como lentilhas e feijão: Saudáveis ​​e se tornam deliciosas receitas.

Use manteiga em vez de margarina: queijo com moderação!.

Alimentos que possuem proteínas de alta qualidade: peixe oleoso, camarão, frango, peru, porco, carne bovina e, é claro, ovos. Outros alimentos ricos em proteínas: soja, feijão e damame, Quorn, hummus. As carnes processadas (bacon, salame, salsichas) devem ser consumidas apenas algumas vezes por semana.

Coma muitos vegetais de cores diferentes: de folhas verdes escuras a pimentões vermelhos e amarelos.

Adicione molhos e temperos ao seu gosto: limão, manteiga ou azeite, sal, pimenta, alho, pimenta, molho.

A fibra é boa: a dieta mediterrânea com pouco carboidrato não significa carboidratos. Isso não é apenas muito difícil de conseguir, mas pode ser prejudicial. É por isso que carboidratos e fibras complexos ainda são importantes e podem ser facilmente obtidos com alimentos como nozes, legumes e lentilhas

Não é recomendado álcool durante o primeiro mês da dieta: isso ajuda o fígado a voltar a funcionar e a reduzir a resistência à insulina. É provável que beber também prejudique sua vontade de ter sucesso.

IMPORTANTE: Sempre consulte um nutricionista antes de fazer qualquer dieta! Mudar a alimentação sem supervisão de um profissional da área pode ser muito perigoso.

M.C



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *