Dieta Paleolítica – O Que é, Como Fazer, O Que Comer



Confira aqui mais detalhes sobre a Dieta Paleolítica.

A Dieta Paleolítica é uma dieta muito antiga, onde o seu foco é seguir o que faziam os antigos homens da caverna, no período paleolítico. A alimentação deles era baseada na caça de animais e na coleta dos vegetais. É considerada uma dieta um pouco restritiva, porém, apesar disso, os alimentos ingeridos por quem a segue são de altos níveis nutricionais.

Na época paleolítica, não existia cultivo de agricultura, então basicamente a alimentação era planta e bicho (hoje, considerado vegetais e carnes).



Quais são as desvantagens de seguir a Dieta Paleolítica?

  • Muito restritiva
  • Monótona
  • Poucas variedades de alimentos
  • Não analisa cada paciente na sua individualidade
  • Devido a restrição alimentar extrema, existe a possibilidade de se contrair diversos problemas a curto, médio ou longo prazo, problemas esses, como por exemplo, compulsões alimentares, prisão de ventre, câimbras, fraqueza muscular e até mesmo, desidratação

Quais são as vantagens de seguir a Dieta Paleolítica?

  • Com a redução da ingestão do carboidrato, a produção de insulina fica controlada, o que faz com que ocorra a redução de gordura do corpo, sendo benéfico para os portadores de enfermidades como o diabetes, a síndrome metabólica, resistência à insulina, dentre outras

A Dieta Paleolítica tem como fundamento a mudança no estilo de vida da pessoa que a segue, visto que não há contagem de pontos ou calorias. Apesar de ser uma dieta muito restritiva em quais alimentos serão consumidos, a Dieta Paleolítica não determina quantidade de alimentos a serem ingeridos, determinando assim que o paciente como até que se sinta satisfeito. Isso, pode trazer um efeito contrário ao que se busca numa dieta, e fazer com que a pessoa aumente o seu peso, tendo em vista que acabe se alimentando mesmo que não esteja com fome.

Leia também:  Dieta Sem Açúcar - Como é, Como Funciona

Combinação Dieta paleolítica x Jejum Intermitente

Hoje em dia, essa combinação tem sido muito utilizada, tendo em vista que segundo os estudiosos, a alimentação do povo das cavernas era uma alimentação que não era fácil de se conseguir, o que justificava o fato de eles ficarem horas sem fazer uma alimentação. Porém, tem quem diga que os paleolíticos poderiam ficar longas horas sem se alimentar, mas, que no verão, eles se alimentavam em uma quantidade maior para garantir a falta de outro tempo.



Como se alimentar na Dieta Paleolítica

  • Proteínas:
  1. Ovos
  2. Aves
  3. Carnes magras
  4. Peixes
  5. Frutos do mar
  6. Queijos curados

As proteínas na Dieta Paleolítica são responsáveis pelo consumo de 25 a 30% do consumo de calorias de um dia.

  • Gorduras:
  1. Azeite
  2. Óleo de coco
  3. Oleaginosas e castanhas
  4. Óleos vegetais

As gorduras agem trazendo energia e saciedade. O interessante dessa dieta é que o paciente busque sempre por alimentos mais natural possível, evitando ao máximo, alimentos, refinados, industrializados, processados e ultra processados.

  • Carboidratos:
  1. Batata
  2. Batata doce
  3. Inhame
  4. Mandioquinha, dentre outros tubérculos e outras raízes

30% das calorias diárias vêm do carboidrato ingerido nessa dieta.

A Organização Mundial de Saúde , OMS, alerta que o ideal para uma refeição balanceada e saudável é a ingestão de 3 a 5 porções de vegetais em porções das alimentações diárias, caso seja ultrapassado essa medida, poderá trazer riscos para a saúde e a perda do peso desejada poderá não acontecer devido a ingestão de um grande número de frutas.

O que não consumir na Dieta Paleolítica

  • Carboidratos de forma refinada, como, por exemplo, macarrão, arroz
  • Farinha
  • Pão
  • Linhaça
  • Milho
  • Aveia
  • Feijão
  • Grão de bico
  • Soja
  • Doces
  • Alimentos industrializados
  • Alimentos embutidos
  • Alimentos processados e ultra processados
Leia também:  Dieta do Metabolismo Rápido - O Que é, Como Fazer, O Que Comer

Caroline Barreto Chagas Wurlitzer

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *