Mindfulness ou Antidepressivos: o que é melhor para reduzir a ansiedade?

Estudo demonstrou que a técnica utilizada pelo Mindfulness seria tão eficaz quanto o uso de medicações para aliviar sintomas de ansiedade e depressão.

Um estudo publicado no último dia 09 de novembro demonstrou que uma das técnicas mais utilizadas contra os quadros graves de ansiedade e depressão, a Mindfulness, ou Técnica da Atenção Plena tem sido altamente eficaz quanto o uso de antidepressivos no tratamento deste tipo de transtorno que afetam grande parte da população mundial.

No mundo atual, grande parte das pessoas têm sido vítimas constantes de um sentimento que está sendo o responsável por trazer uma incapacidade temporária ou por longo prazo e que podemos dizer que é capaz de afetar os relacionamentos sociais, a ansiedade. Os últimos acontecimentos como a recente pandemia, os conflitos, as crises econômicas e incerteza diante do futuro são os fatores que estão deixando as pessoas mais aflitas e sem perspectivas positivas para o futuro.

Diante deste quadro, algumas alternativas estão sendo empregadas para o tratamento deste tipo de transtorno como alternativa ao tratamento clássico com o uso de antidepressivos. Dentre elas, a Mindfulness, ou Técnica da Atenção Plena.

O que é o Mindfulness

Esta técnica tem origem nas tradicionais filosofias budistas e consiste em uma técnica de meditação que busca ensinar aos seus praticantes o hábito de concentrar a sua atenção nos dias atuais, ou seja, no presente.

Ela foi praticada pela primeira vez em 1979 por Jon Zabat-Zinn, professor da Faculdade de Medicina no Estado de Massachusetts, nos Estados Unidos. Através de exercícios de atenção controlada e técnicas de respiração, os praticantes tentam trazer o foco dos pensamentos para o presente, buscando uma maior consciência de si mesmo, do seu próprio corpo e do que está à sua volta.

Com a prática, o paciente vai aprendendo a controlar os pensamentos que, para o ansioso, na maioria dos casos está no que poderá acontecer no futuro, o que gera mais ansiedade ou tende se concentrar no passado, com o hábito de reviver acontecimentos ou situações que também contribuem para agravar o quadro.

O estudo feito com 276 pacientes da Universidade de Georgetown demonstrou que a técnica utilizada pelo Mindfulness seria tão eficaz quanto o uso de medicações para aliviar o quadro. No experimento em questão, os pacientes foram divididos em dois grupos que utilizavam o medicamento escitalopram e outro que utilizavam a técnica.

Ao final de oito semanas, os pesquisadores chegaram à conclusão de que o grupo que utilizou a Mindfulness obteve um quadro de melhora excelente tanto quanto o primeiro que apenas utilizou a medicação.

Os resultados demonstraram a eficácia da técnica e a real possibilidade do seu emprego como tratamento coadjuvante ao uso da medicação para o alívio ou redução significativa dos quadros de ansiedade e depressão. Em alguns casos, ela se mostrou eficiente como ferramenta principal, sobretudo nos casos em que os pacientes desistem do uso da medicação durante o tratamento.

Por Daniel Feitosa

Compartilhe

Posts Recentes

Como o sal pode afetar drasticamente o organismo

Na trajetória humana, poucos elementos foram tão valiosos quanto o sal, chegando a ser utilizado… Leia Mais

Qual o segredo para ter noites de sono restauradoras?

Descubra como a escolha certa de colchões, roupas de cama e um ambiente acolhedor podem… Leia Mais

Drinks refrescantes com hortaliças para o Verão

O verão traz consigo um clima que pede bebidas refrescantes e momentos de descontração. Para… Leia Mais

Liofilização é uma revolução na conservação de alimentos

O que é a Liofilização e como ela transforma os alimentos? Você já se deparou… Leia Mais

Incentivando hábitos saudáveis através de ideias criativas para crianças

Promover a alimentação saudável em crianças é um desafio constante para muitos pais e educadores.… Leia Mais

O que é a MonkeyPox e quais os sintomas comuns?

Monkeypox é uma doença infecciosa viral que ocorre principalmente em áreas da África Central e… Leia Mais